Como diz o sábio Chapolin Colorado: - sigam-me os bons!

Para leitura completa dos versículos disponíveis nas postagens do Blog, todos os links são de acesso direto ao capítulo referente no BIBLIAONLINE.


29 de março de 2014

É possível ser cristão sem ir a igreja?

Muitos cristãos têm se decepcionado com a sua igreja e escolhido ter um relacionamento solitário com Deus. Dizem que não precisam de igreja para adorar a Deus e se relacionar com Ele. E que estão muito bem assim. Importante relembrar aqui que a igreja não é um lugar físico e sim o conjunto de cristãos. Uma igreja se configura como corpo de Cristo, sendo membros uns dos outros.

Voltando a pergunta: É possível ter um relacionamento completo com Deus sem o corpo de Cristo? 

Não é possível. Outra vez afirmo, não é possível, e explico: 

Você pode fazer como Jonas e tentar ir para um lugar onde Deus não quer que você esteja. Porém Deus nos criou para sermos membros uns dos outros, nos suportando em amor, crescendo juntos, edificando uns aos outros, amparando os fracos, consolando os desanimados, admoestando os insubmissos, e sendo longânimos para com todos.

Não existe a possibilidade de um cristianismo solitário. Jesus em momento algum disse que você poderia ficar apenas no secreto do seu quarto, mas mandou que fosse como luz e sal do mundo. O cristianismo é sempre coletivo. Não porque Deus não seja adorado no individual e seja apenas no coletivo, mas porque o verdadeiro cristão nunca pensa apenas em si mesmo, mas nos outros.

O que é ser um? É ser solitário, ou caminhar juntos com um único propósito? Como aconteceram avivamentos na história da Igreja? Como era Paulo ou Pedro? Como era a Igreja Primitiva? O pentecostes só aconteceu porque todos estavam reunidos no mesmo lugar. Que tal?

Analise porque você está longe da comunhão de crentes e faça planos para voltar a ter comunhão uns com os outros, na igreja, e elevar louvores de adoração a Deus.

Observe: 

“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor.” Salmos 122:1

“Quão amáveis são os teus tabernáculos, Senhor dos Exércitos! A minha alma está desejosa, e desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e a minha carne clamam pelo Deus vivo. Até o pardal encontrou casa, e a andorinha ninho para si, onde ponha seus filhos, até mesmo nos teus altares, Senhor dos Exércitos, Rei meu e Deus meu. Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvar-te-ão continuamente.” Salmos 84:1-4

“Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.” Hebreus 10:25.

Luís Carlos Fonseca
Fonte: temasbblicos.blogspot.com

Nenhum comentário: