Como diz o sábio Chapolin Colorado: - sigam-me os bons!

Para leitura completa dos versículos disponíveis nas postagens do Blog, todos os links são de acesso direto ao capítulo referente no BIBLIAONLINE.


29 de março de 2014

É possível ser cristão sem ir a igreja?

Muitos cristãos têm se decepcionado com a sua igreja e escolhido ter um relacionamento solitário com Deus. Dizem que não precisam de igreja para adorar a Deus e se relacionar com Ele. E que estão muito bem assim. Importante relembrar aqui que a igreja não é um lugar físico e sim o conjunto de cristãos. Uma igreja se configura como corpo de Cristo, sendo membros uns dos outros.

Voltando a pergunta: É possível ter um relacionamento completo com Deus sem o corpo de Cristo? 

Não é possível. Outra vez afirmo, não é possível, e explico: 

Você pode fazer como Jonas e tentar ir para um lugar onde Deus não quer que você esteja. Porém Deus nos criou para sermos membros uns dos outros, nos suportando em amor, crescendo juntos, edificando uns aos outros, amparando os fracos, consolando os desanimados, admoestando os insubmissos, e sendo longânimos para com todos.

Não existe a possibilidade de um cristianismo solitário. Jesus em momento algum disse que você poderia ficar apenas no secreto do seu quarto, mas mandou que fosse como luz e sal do mundo. O cristianismo é sempre coletivo. Não porque Deus não seja adorado no individual e seja apenas no coletivo, mas porque o verdadeiro cristão nunca pensa apenas em si mesmo, mas nos outros.

O que é ser um? É ser solitário, ou caminhar juntos com um único propósito? Como aconteceram avivamentos na história da Igreja? Como era Paulo ou Pedro? Como era a Igreja Primitiva? O pentecostes só aconteceu porque todos estavam reunidos no mesmo lugar. Que tal?

Analise porque você está longe da comunhão de crentes e faça planos para voltar a ter comunhão uns com os outros, na igreja, e elevar louvores de adoração a Deus.

Observe: 

“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à casa do Senhor.” Salmos 122:1

“Quão amáveis são os teus tabernáculos, Senhor dos Exércitos! A minha alma está desejosa, e desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e a minha carne clamam pelo Deus vivo. Até o pardal encontrou casa, e a andorinha ninho para si, onde ponha seus filhos, até mesmo nos teus altares, Senhor dos Exércitos, Rei meu e Deus meu. Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvar-te-ão continuamente.” Salmos 84:1-4

“Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.” Hebreus 10:25.

Luís Carlos Fonseca
Fonte: temasbblicos.blogspot.com

Consagração 20 dias de JEJUM

Boa noite a todos do blog, como sabem estamos em uma consagração focando na construção do relacionamento sincero com Cristo. 

Só lembrando a todos que estamos no 13˚ dia! E não se esqueçam do jejum no fim de semana. 


"Aquele que anda com os sábios será cada vez mais sábio, mas o companheiro dos tolos acabará mal." - Provérbios 13:20-21


Relembrando:

Serão 20 dias de jejum completo de alimento pelo período de 4 horas. O ínicio do jejum é as 19:00 hs seguindo até as 23 horas. O período de leitura da palavra será de sua escolha e o livro escolhido para a meditação é o de provérbios. 



Fire Universitário
"Mentes iluminadas, corações incendiados

25 de março de 2014

Consagração 20 dias de Jejum

Hoje estamos entrando no 9° dia de nossa consagração.


Estejamos firmes nesses 20 dias de oração,  jejum e leitura das escrituras. Foquem na construção de um relacionamento intenso e sincero com Cristo!

”Deixem a insensatez, e vocês terão vida; andem pelo caminho do entendimento." 
Provérbios 9:6 NVI

Relembrando:

1)  Serão 4 (quatro) horas ininterruptas sem alimento;
2)  Inicio  as  19: 00 até as  23:00.
3)  O Período de oração e leitura da palavra será de sua escolha.
4)  Livro escolhido para a meditação é o de Provérbios.


Fire Universitário
"Mentes iluminadas, corações incendiados"

19 de março de 2014

Consagração

Boa tarde meus amados!

Nós estudantes que compomos o Movimento Fire estamos entrando em um momento de consagração.

20 dias de oração, jejum e leitura das escrituras. Foquem na construção de um relacionamento intenso e sincero com Cristo! Nesses 20 dias estaremos lendo o livro de Provérbios e meditando sobre a revelação exposta na sabedoria!

"O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; mas os insensatos desprezam a sabedoria e a instrução." - Provérbios 1:7


Hoje seguimos para o 3° dia do nosso jejum.

Relembrando:

1) Serão 4 (quatro) horas ininterruptas sem alimento;

2) Inicio as 19: 00 até as 23:00.

3) O período de oração e leitura da palavra será de sua escolha.

4) Livro escolhido para a meditação é o de Provérbios.

17 de março de 2014

Consagração



Vamos entrar  em um momento de consagração.

20 dias de oração, jejum e leitura das escrituras. Foquem na construção de um relacionamento intenso e sincero com Cristo! Nesses 20 dias estaremos lendo o livro de Provérbios e meditando sobre a revelação exposta na sabedoria!

"O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; mas os insensatos desprezam a sabedoria e a instrução." - Provérbios 1:7



Calcutá, Índia

Lugar de pobreza,  morte e problemas humanos irremediaveis. Lá, as  freiras treinadas por madre Tereza servem às pessoas mais pobres e miseráveis do planeta: moribundos recolhidos nas ruas de Calcutá. O mubdo fica boquiaberto diante da dedicação das irmãs e dos resultados desse ministério,  mas essas freiras têm uma coisa que me impressiona ainda mais: serenidade.

Se enfrentasse um projeto tão assustador como esse,  provavelmente ficaria correndo de um lado para o outro,  enviando e-mails para doadores, implorando por mais recursos,  tomando remédios para enxaqueca,  agarrando-me a tudo que diminuísse o meu desespero crescente em querer ajudar.

Mas não essas freiras.

A serenidade delas procede do que acontece antes do seu dia de trabalho. Às quatro da manhã, muito antes do nascer do sol, as irmãs levantam-se despertadas por um sino e um chamado: "vamos bendizer o Senhor". " Graças sejam dadas a Deus", elas respondem. Vestidas com saris brancos,  elas lotam a capela,  onde se assentam no chão,  à moda indiana,  oram e cantam juntas. Na parede da capela simples há um crucifixo com a inscrição: "Tenho sede". Antes de encontrarem o trabalho,  elas se entregam ao culto ao amor de Deus.

Não vejo pânico nas irmãs que dirigem o Lar dos Moribundos e Destruídos de Calcutá. Vejo preocupação e compaixão,  mas não obsessão pelo que precisa ser feito.  Na realidade,  logo no início de seu trabalho, elas tem como regra que reservem as quintas-feiras para oração e descanso.

Trabalho sempre existirá,  mas se não descansarmos e orarmos,  não teremos condição de executá-lo.

Observo que elas iniciam o dia com Deus e terminam o dia com orações à Ele. Tudo que acontece nesse intervalo É como uma oferta ao Senhor.

Essa é a diferença: Elas não trabalham para uma agenda de serviço social. Estão trabalhando para Deus.

A vida de fé consiste em paciência e esperança. Quando alguma coisa aparece para provar nosso relacionamento com Deus,  contamos com essas duas virtudes: a paciência adquirida com o tempo é a esperança de que nossa fidelidade demonstre que vale a pena arriscar.

16 de março de 2014

Desabafo

Eu vejo os jovens gritarem que somos a geração moderna. Os pós-modernistas, a geração evoluída. Eu vejo o governo fazendo campanha de vacina para evitar doenças sexualmente transmissíveis em adolescentes de 11 a 13 anos (porque sabe como é, né? O jovem brasileiro inicia a vida sexual cedo). Eu vejo a televisão colocando na cabeça de todos o que é certo ou errado, afinal, o que á geração passada era uma falta de respeito, hoje não é nada demais. Eu vejo uma geração que acha tudo normal demais. Uma geração que confunde liberdade com libertinagem. Eu vejo uma geração que acha que o sexo é algo que se faça com qualquer pessoa (o importante é curtir). Vejo jovens que batem o pé pra exigir respeito, mas não respeitam a ninguém, nem a si mesmos. Que gritam “mais amor, por favor”, mas quando veem um “funkeiro” mudam de calçada (afinal, funkeiro merece um tapa na cara, ô gentinha!). Eu vejo pessoas ansiosas e depressivas. Vejo o mercado de remédios antidepressivos e calmantes crescendo. Vejo gente correndo o tempo todo, pra garantir o futuro, e nunca vivendo o presente. Deito e fico inquieta. Eu penso em qual será o futuro da humanidade. Gente que só corre, só sangra, e se esvai. Gente que acha que o mundo evoluiu, mas eu só vejo regresso. Eu vejo gente, mas não vejo humanidade.