Como diz o sábio Chapolin Colorado: - sigam-me os bons!

Para leitura completa dos versículos disponíveis nas postagens do Blog, todos os links são de acesso direto ao capítulo referente no BIBLIAONLINE.


14 de abril de 2014

Os que foram salvos por Cristo não conseguem viver sem oração,

E uma das maneiras de evidenciarmos se alguém nasceu de novo é o seu desejo pela presença do Senhor.

Verdades da vida

“Nós não temos mais de Deus não porque Ele não quer nos dar mais, mas sim porque recebemos Dele na proporção que buscamos.”
“Dessa forma, eu digo: não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo. Não deixe de ter alguém ao seu lado, ou de fazer algo, por puro medo de ser feliz. A única falta que terá, será desse tempo que infelizmente… não voltará mais.”
— Mário Quintana.

13 de abril de 2014

Resenha literária : Quando Deus sussurra o seu nome



Não consigo imaginar começar essa parte do blog de INDICAÇÕES LITERÁRIAS de outra forma, se não, com o livro de Max Lucado "Quando Deus sussurra o seu nome".

Quando Deus sussurra o seu nome é um livro que mostra de que maneira devemos colocar, em nosso dia-a-dia, em prática as diversas lições que a bíblia nos dá. Através de uma linguagem simples e objetiva, o livro de Max Lucado se mostra uma leitura leve, porém profunda que conta lições da Bíblia de uma maneira simples e transparente, com uma profunda reflexão que leva seus leitores a explorar um mundo de ensinamentos e conhecimento, que talvez eles nunca tenham explorado.

Max Lucado, mostra durante toda a leitura, que todos nós somos filhos de Deus e como tais somos valentes da fé, com as mesmas fraquezas e qualidades que nossos antepassados. Homens de fé que venceram preconceitos, cruzaram fronteiras e venceram gigantes, apenas com a fé e com as armas que Deus lhes dava.

Sendo assim, o autor quer nos mostrar que basta apenas termos um coração humilde e obediente na presença de Deus, que seremos valentes, corajosos, sábios, exemplos de superação e ao mesmo tempo humildes, submissos a vontade do altíssimo, tal como grandes nomes da Bíblia.

E que acima de tudo isso herdaremos o bem maior: A felicidade eterna, no reino dos céus.

O que fazer quando acordamos nos sentindo frágil ?

Há manhãs nas quais eu acordo me sentindo frágil. Vulnerável. É geralmente vago. Nenhuma ameaça específica. Sem uma fraqueza explícita. Apenas um senso sem forma de que alguma coisa vai dar errado e eu serei responsável. É comumente depois de um tanto de criticismo. Muitas expectativas que possuem prazos e que parecem muito grandes e muito numerosas.

Enquanto olho para os anos passados de tais manhãs que ocorreram com periodicidade, eu estou maravilhado de como o Senhor Jesus preservou minha vida. E meu ministério. As tentações de fugir das pressões nunca obtiveram vitória - não ainda pelo menos. Isto é maravilhoso. Eu adoro ele por isso. Como ele tem feito isso? Através de orações desesperadas e promessas particulares. Eu concordo com Spurgeon: Eu amo os "Eu serei" e "Eu irei" de Deus.

Em vez de me deixar afundar em uma paralisia de medo, ou correr para uma miragem de gramas mais verdes, ele despertou um clamor por ajuda e então respondeu com uma promessa concreta. Aqui está um exemplo. Isto é recente. Eu acordei me sentindo emocionalmente frágil. Fraco. Vulnerável. Eu orei: "Senhor me ajude. Eu não estou nem ao menos certo de como orar."

Uma hora depois eu estava lendo Zacarias, buscando a ajuda pela qual eu clamei. Ela veio. O profeta ouviu grandiosas notícias de um anjo sobre Jerusalém:

Jerusalém será habitada como as aldeias sem muros, por causa da multidão, nela, dos homens e dos animais. E eu, diz o Senhor, serei para ela um muro de fogo em redor e eu mesmo serei, no meio dela, a sua glória. (Zacaria 2:4-5)

Haverá tal prosperidade e crescimento para o povo de Deus que Jerusalém não poderá mais ser murada. "A multidão, nela, dos homens e dos animais" será tão numerosa que Jerusalém será como muitas vilas espalhando-se sem muros pela terra. Mas muros são necessários! Eles são a segurança contra hordas de bárbaros e exércitos inimigos. Vilas são frágeis, fracas, vulneráveis. Prosperidade é bom, mas e quanto a proteção?

Para tal questionamento Deus diz em Zacarias 2:5, "E eu, diz o Senhor, serei para ela um muro de fogo em redor." Sim. É isso. Esta é a promessa. O "Eu irei" de Deus. Isto é o que eu preciso. E se isto é verdade para as vilas vulneráveis de Jerusalém, é verdade para mim, um filho de Deus. Deus será como uma "muralha de fogo em redor de mim." Sim. Ele será. Ele tem sido. E ele será.

E fica melhor. Dentro desta muralha flamejante de proteção ele diz, "e eu mesmo serei, no meio dela, a sua glória." Deus nunca está contente em nos dar a proteção do seu fogo; ele nos dará o prazer de sua presença.

Isto foi doce para mim. Isto me carregou por dias. Eu levei isto comigo para o púlpito. Eu levei isto comigo para os encontros de família. Eu levei isto comigo para as reuniões de trabalho. Eu levei isto comigo para as ligações de telefone e emails.

Clame a ele. Então vasculhe a Bíblia pela sua promessa designada. Nós somos frágeis. Mas ele não.