Como diz o sábio Chapolin Colorado: - sigam-me os bons!

Para leitura completa dos versículos disponíveis nas postagens do Blog, todos os links são de acesso direto ao capítulo referente no BIBLIAONLINE.


16 de julho de 2015

Ser diferente não deveria ser sinônimo de ser sempre rejeitado

Ela não é bonita, não tem talentos extraordinários, mas é incrívelmente forte, determinada e cativante. É difícil não querer gostar dela ou de estar no meio do universo dela, das aventuras, dores, sonhos e planos. Ela é apaixonante, mas também é um espírito livre. Não tem medo de dizer o que pensa.

Existe uma dificuldade imensa em entender certas ironias e pessoas que tem a necessidade de dizer tudo nas entrelinhas. Onde foi que conversas literais perderam a sua magia? Se gasta muita energia escondendo frases, sentimentos e fingindo ser quem não é. Ela não gosta disso. Passa longe de assuntos frágeis, fúteis. Gosta de Jazz, de comer e passa horas lendo.

É certo que ser resoluta a fez indiferente e algumas vezes indelicada. Só sai com quem realmente tem interesse e na cama ela transa com tuas palavras muito antes de transar com o teu corpo. É a voz da sensualidade, sensibilidade e da liberdade. Não é difícil descobrir que a força do que diz pode ser confundido com chatice e que a falta de medo pode indicar um tipo de independência que homem nenhum quer levar para casa.

Ela descobriu ainda jovem que abrir latas sozinha, comprar carros, imóveis e pagar a conta são meios de reduzir o tesão de alguns parceiros. Descobriu também que pode ser uma indicação de caráter e relacionamento sério para outros. Não é de se assustar que ela viva confusa com o universo, já que uma mesma pessoa é capaz de causar tantos sentimentos diversos em uma quantidade grande de pessoas. Falar sobre filhos,  carreira, nomear metas e destacar pontos em que luta com unhas e dentes só é bom no início da relação.

Ela percebeu que quando a pessoa requer dela certas meninices e que seja mais depende deles durante o cotidiano é porque a força dela incomoda e isso a magoa muito. Hoje ela lamenta a forma como o universo cria ritos de acasalamento, ela não sabe dançar e não entende a real necessidade de ter que ser assim para dar certo. Ela está sozinha. Dias que não abre uma nova conversa com quem quer que seja (verbal ou virtual). Dias que o celular não toca o whatsapp.

Ela não sofre, aprendeu bem a gostar de si, mas se magoa por não conseguir se relacionar e quando se relaciona ela se entrega - o sorriso, as verdades, o corpo, dormir de conchinha bem juntinho. Entrega a força, a fé, as crenças, os medos e todo o pacote mágico que ela guarda dentro de si - e adivinha? a pessoa não está pronto para ir adiante. Alguns dizem que é a vida dando os trocos de todos os nãos que ela já deu, mas como poderia responder outra coisa se ela simplesmente não estava interessada. Se tem algo que não combina com ela é se dispor as coisas que não lhe apetecem.

Ela diz: "Eu sou um ser livre. E só é capaz de me amar quem é capaz de compreender a minha solidão. Entender a minha necessidade de mim mesma. Só que não sou um ser sozinho. Quando me apego, entrego, sinto inspiro e expiro... É real para mim. Não vivo as coisas pela metade e principalmente, não amo só um pouco. Ou é pra valer ou não é. Ou aceita meus beijos, desejos, amores, e súplicas de "mais um pouquinho" ou também não pode ser parte de mim. Eu gosto do que é real e intenso. Não deixo para ligar daqui a três dias ou conto minutos para responder uma sms porque me deixaram esperando. Eu digo que sinto saudades quando realmente sinto e isso assusta as pessoas. Vejo humanos presos a rituais de acasalamento e se eu não sigo não estou "qualificado". "

Ela não merece as dores que carrega e nem os traumas de infância, mas não desconta isso no mundo. Ela ama e ama forte. Ela beija e diz que quer dividir a vida. Ninguém mais quer dividir nada. Só a conta do restaurante e algumas horas de sexo.

Eu não posso dizer se é ou não o karma revidando os "nãos", mas afirmo algo categoricamente ninguém deveria ter medo de dizer não quando sente vontade.

Já advirto que por experiência própria que ser você mesmo é o melhor jeito de ser feliz, porém é o mais dificultoso em se arranjar um par. A moça agora com olhos tristes a caixa de mensagens vazia, copo cheio de café, pesquisa na internet uma nova leitura para iniciar a semana. Ela já entendeu que se existe alguém (e se todo mundo no universo realmente pertence à alguém) ela ainda não o encontrou. Ela abriu as portas de si mesma a uma pessoa e vejam vocês, levou o silêncio como resposta,  visualizado como argumento e desculpas como solução.

Sinto muito rapaz, eu não gosto do seu método de se relacionar e não importa se foi coincidência ou karma ninguém deveria ter que alterar a própria essência e cavar seu coração só para que você passe uma fraca temporada. É melhor que acabe antes mesmo de começar.

Todos torçamos em favor da moça e que toda fé que há dentro dela não se acabe enquanto espera.
Como diria a poeta que vive dentro de mim "Que doa só em mim que sou intenso, mas que cure rápido já que não sou feito de ferro."


Publicado em: pequenasis.tumblr.com

Nenhum comentário: