Como diz o sábio Chapolin Colorado: - sigam-me os bons!

Para leitura completa dos versículos disponíveis nas postagens do Blog, todos os links são de acesso direto ao capítulo referente no BIBLIAONLINE.


18 de junho de 2016

Reflexões sobre Marcos 1

Criei um grupo no whatsapp para refletirmos as escrituras. Todo mês é escolhido um livro e semanalmente vamos dando andamento a leitura dos capítulos e comentando conforme nosso entendimento e trabalhando juntos as varias possibilidades e pontos de vista sobre um mesmo acontecimento nos edificando em conjunto. (Quem quiser participar do grupo pode me procurar no mikimrqs@gmail.com) esse mês estamos no livro de Marcos e gostaria de compartilhar com vocês algumas considerações sobre a leitura. 


Percebo que ao ler o livro de Marcos o autor por meio de uma narrativa prática busca no trazer [quem é Jesus]. E na escolha dos relatos nos mostrar a profundidade de Cristo. Ele busca com a escolha de fatos específicos mergulhar mais fundo no sentido das palavras e nas ações de Jesus, para descobrir o significado de sua identidade. Não é um evangelho como os outros onde acompanhamos o caminho de Cristo cronológica ou historicamente. É também um texto que nos mostra uma trajetória para quem quer ser discípulo. Indicar o caminho a ser seguido pelos que querem tornar-se discípulos, seguidores ou estudiosos sob um prisma de ações.

Capítulo 1 percebo a importância da humanidade em Cristo para se comunicar conosco. Ele é o Messias filho de Deus, mas sob um ótica onde Ele se faz homem e trilha um caminho a ser seguido por todos. A tentação no deserto no início do livro. Assim de cara na início da jornada de Cristo me chamou atenção a uma reflexão aos dias de hoje... Quando assumimos nossa missão, assim como Cristo assumiu a dele nos vemos em situação "similar". As tentações, as renúncias, os apontamentos de amigos, parentes e outros. Nos questionando e tentando por vezes nos fazer desistir.

Jesus sabia que era necessário ir adiante. Não é mais tempo de esperar pois Deus vem trazer o seu reino em nós, como realidade transformadora na vida de todos. Sendo essencial compreensão do Desafio que nos é feito. O trecho sobre o chamado dos primeiros discípulos mostra uma ruptura com os métodos antigos: Cristo chamou pessoas simples. Ele pede apenas que eles acolham o estilo de vida dele.
Pedido que também nos é feito nos dias atuais.

"E se maravilhavam com seu ensinamento, porque os ensinava como quem tem autoridade, e não como os doutores da Lei." Jesus prega a todos. Multidão logo percebe que a autoridade de Jesus é voltada para a promoção da vida digna e livre para todos. Compromisso de Cristo é com a vida abundante, livre e que é palpável a todos que buscam. Divergindo diretamente com doutrina da época. Ao curar, expulsar demônios, falar nas ruas Jesus não resgatava simplesmente a saúde dessas pessoas, mas ele criava homens e mulheres novos.

Imagino que os demônios se sentiram ameaçados com o projeto de libertação feito por Cristo. Naquele época pessoas leprosas, doentes, endemoniadas eram totalmente marginalizadas por razões se saúde, religião, cultura. Ao purificar pessoas assim Cristo esta desafiando um sistema político e religioso que por séculos manteve pessoas no abandono e desespero. Hoje isso ainda acontece...

Nenhum comentário: