Como diz o sábio Chapolin Colorado: - sigam-me os bons!

Para leitura completa dos versículos disponíveis nas postagens do Blog, todos os links são de acesso direto ao capítulo referente no BIBLIAONLINE.


17 de julho de 2013

Você se sente realizada?

Enquanto o "homem perfeito" não aparece, algumas moças buscam realizar-se em uma carreira profissional. Entretanto, com o passar do tempo, acabam descobrindo que o sucesso no trabalho também não traz a realização que procuram. Não é numa profissão, nem no casamento, nem mesmo nos filhos que encontraremos satisfação. Deus sabe que só seremos completas quando entendermos que apenas Jesus pode preencher o vazio que há em nós.

"Porquanto, nele, habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade. Também, nele, estais aperfeiçoados. Ele é o cabeça de todo principado e potestade." (Cl 2:9,10)

Quando uma mulher solteira se entrega a uma carreira ou mesmo a um casamento, sem compreender que somente em Cristo será completa, acaba desiludida e insatisfeita. Sentir-se vazia não é resultado da ausência de um marido, mas da falta de Jesus. É no processo de entrega completa a Cristo que finalmente percebemos que nele está nossa plenitude.  Quando dois jovens "incompletos" se casam, sua união não os completa. Seu casamento é apenas a junção de duas pessoas "incompletas", tentando preencher o vazio uma da outra. Apenas quando compreenderem que sua plenitude encontra-se no relacionamento com Jesus é que poderão complementar-se reciprocamente. Não fomos criados para nos completarmos mutuamente, mas para nos complementarmos.

Cabe a Jesus completar; à mulher, o privilégio de complementar. Uma esposa incompleta em Jesus será um peso para o marido, pois esperará que ele preencha o vazio que só Cristo pode preencher. Somente a jovem solteira que compreende a profundidade desse relacionamento com Jesus está preparada para ser uma companheira e ajudadora (um complemento). "Porquanto, nele, habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade. Também, nele, estais aperfeiçoados. Ele é o cabeça de todo principado e potestade." (Cl 2:9,10)

Ainda se sente incompleta? Peça agora mesmo ao Senhor que dê início ao processo de revelar-lhe a real situação de sua plenitude nele. "Quanto a mim, bom é estar junto a Deus... (Sl 73:28)

No livro Loneliness (Solidão), Elisabeth Elliot afirma: "O casamento ensinanos que nem mesmo o relacionamento humano mais íntimo satisfaz os anseios mais profundos do coração. Só deixaremos de sentir-nos solitárias quando "descansarmos nele".4 Elisabeth Elliot casou-se três vezes (enviuvou duas). Sabe, por experiência própria, que o casamento não completa ninguém — somente Jesus o faz.

Nenhum comentário: